Facebook
Twitter
LinkedIn

Conforme o eMarketer, as vendas realizadas através das plataformas digitais à exemplo de Facebook, Instagram, TikTok, Youtube, Twitter, dentre outras, nos EUA houve uma incrementação de 35,8% em 2021 e devem alcançar índices consideráveis de adesão ao ecommerce também no Brasil e no México, colaborando em torno de 38,7% e 30,9% dos compradores digitais realizando pelo menos uma compra através das redes sociais.

Há de se analisar um aspecto que deverá crescer diante das tendências do marketing digital nesse ano. É o caso do marketing de influenciadores, o qual vem se fortalecendo e visando a atingir um público específico, criando assim uma consciência de marca, influenciando as decisões de compra de seus clientes-alvo e ao tempo em que, melhora a fidelidade e a confiança da marca.

O incrível aumento da popularidade de aplicativos como TikTok e Twitch, também mostra o grande potencial na ativação de parcerias com influenciadores. Sendo assim, esse ano ainda existe uma expectativa no impacto desses novos profissionais chegando ao fundo do funil e, ajudando com conversões bem mais efetivas.

Conforme o próprio Mark Zuckerberg anunciou no meio do ano de 2021, uma remuneração bilionária para influenciadores em 2022, o proprietário do Facebook e Instagram está ligado no crescimento desses em criadores de conteúdo, objetivando atrair usuários para suas plataformas. A empresa de Zuckerberg distribuirá os recursos através da receita de anúncios compartilhados bem como, bônus pelo tempo gasto no Facebook e no Instagram. Além disso, deverá oferecer financiamentos para criadores de conteúdo que se comprometam a estabelecer presença entre suas duas redes.

Compartilhe com os amigos

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *